O Test behind the Great Firewall of China, confirmou mais uma vez que nosso blog ESTÁ BLOQUEADO NA CHINA. A máquina repressiva impede o acesso em Pequim (confira); em Shangai (confira); e agora em Guangzhou (confira). Hong Kong é a exceção (confira). Enquanto Pequim não cobrar medidas coercitivas dos seus correligionários brasileiros ou da Teologia da Libertação, este blog continuará na linha católica anti-comunista, pelo bem do Brasil. MAIS

domingo, 29 de julho de 2007

Exageros e silêncios sobre a economia chinesa


A economia da China comunista não é o gigante tecnológico que se divulga, nem tem condições para desafiar a economia americana - escreveu Arthur Kroeber, diretor-executivo da China Economic Quarterly, de Hong Kong. O comunismo chinês explora mão-de-obra escrava. Contudo, como diz Kroeber, "a indústria nativa chinesa dorme em um leito de baixa tecnologia" e não tem indústria privada importante com dinamismo independente.

De fato, as fábricas privadas estrangeiras formam uma bolha alheia à realidade chinesa. Essa bolha beneficia muito o regime e um setor restrito da China. Mas a maioria do país permanece na paralisia crônica, fruto inevitável do comunismo.

As condições de trabalho são péssimas. Em 2003, 10 mil pessoas morreram por mês em acidentes de trabalho. A cifra dos sinistros aumentou 9% em relação a 2002. Recentemente, o gás tóxico liberado por uma explosão em Chuandongbei, no sudoeste do país, criou uma "zona morta" de 25 quilômetros quadrados. Pelo menos 191 pessoas morreram. Cerca de 10 mil habitantes das redondezas sofreram asfixia, náuseas, queimaduras e conjuntivites, segundo autoridades locais.

Nenhum comentário:

Postar um comentário