O Test behind the Great Firewall of China, confirmou mais uma vez que nosso blog ESTÁ BLOQUEADO NA CHINA. A máquina repressiva impede o acesso em Pequim (confira); em Shangai (confira); e agora em Guangzhou (confira). Hong Kong é a exceção (confira). Enquanto Pequim não cobrar medidas coercitivas dos seus correligionários brasileiros ou da Teologia da Libertação, este blog continuará na linha católica anti-comunista, pelo bem do Brasil. MAIS

domingo, 29 de julho de 2007

Na China, aumenta perseguição anticatólica

Doze sacerdotes católicos da Igreja do Silêncio na China comunista, fiéis a Roma, foram detidos pela polícia em Pequim. Agentes do regime também demoliram um templo católico na província de Hebei.

Segundo a Fundação Cardeal Kung, que perpetua o nome do heróico purpurado chinês anticomunista, a polícia irrompeu no recinto onde se realizava um retiro espiritual de padres e seminaristas, conduzindo-os à força para uma delegacia. O pretexto para a medida foi que o retiro não estava aprovado pela Associação Patriótica Católica, igreja cismática a serviço do regime comunista.

A Igreja Católica verdadeira, que é clandestina, tem mais de oito milhões de fiéis. Ela mantém sua fidelidade a Roma, apesar da perseguição movida pelo governo comunista e da antipatia a ela votada pelo progressismo católico no Ocidente. Este último prefere ajudar a igreja cismática chinesa e deseja que os católicos fiéis se submetam ao regime de Pequim.

Nenhum comentário:

Postar um comentário