O Test behind the Great Firewall of China, confirmou mais uma vez que nosso blog ESTÁ BLOQUEADO NA CHINA. A máquina repressiva impede o acesso em Pequim (confira); em Shangai (confira); e agora em Guangzhou (confira). Hong Kong é a exceção (confira). Enquanto Pequim não cobrar medidas coercitivas dos seus correligionários brasileiros ou da Teologia da Libertação, este blog continuará na linha católica anti-comunista, pelo bem do Brasil. MAIS
Outras formas de visualizar o blog:

terça-feira, 8 de setembro de 2009

400 milhões de pessoas foram impedidas de nascer na China


O controle forçado da natalidade na China ‒ mais conhecido como política do filho único ‒ impediu nascer quatrocentos milhões de seres humanos, declarou ao diário “Avvenire” o dissidente chinês Harry Wu, diretor da Laogai Foundation, exilado em Washington.

Pequim impede as nascenças com métodos coercitivos e brutais como aborto e esterilizações feitas com violência, narrou Wu. Nas zonas rurais é muito forte o desejo de ter uma família numerosa, mas essa aspiração não é tolerada. A mídia, toda oficial, não informa os abusos da policia.

Chen Guang­Chen, um advogado cego que deu assistência legal às vítimas da campanha de esterilização forçada no condado de Linyi, em 2005, foi condenado por isso mesmo a quatro anos de cárcere.

Estes crimes e violações dos direitos humanos são bem conhecidos no Ocidente, acrescenta Wu. Porém, os simpatizante ocidentais da filosofia socialista de Pequim tentam “encobrir” o problema espalhando que abortos e esterilizações são voluntárias, o que é absolutamente falso, sublinha Wu.

Wu se mostra surpreso pelo fato de o controle demográfico chinês não ter produzido reações nos EUA. E, não só nos EUA. O caso evidencia os obscuros liames que ligam a filosofia anti-vida no mundo comunista e nos nossos países.

Sei que o blog 'Pesadelo chinês' é reprimido na China, mas desejaria receber atualizações gratuitas, sem compromisso, no meu Email

4 comentários:

  1. O blog está muito bom. Acompanho todas as notícias. Porém, tenho uma ressalva: a foto do bebê estirado na calçada parece montagem. Caro Luis, você está seguro da veracidade dessa foto?
    Um abraço! Parabéns pelo trabalho!

    ResponderExcluir
  2. Caro Guilherme:
    Há muito essa foto horrorosa está em circulação na Internet. Porém, sem indicação alguma da fonte. Na falta de fonte respeitável nunca quis postá-la, pois na web circula muita coisa falsa ou mal interpretada.
    A foto faz parte de uma série, em que o bebê morto é fotografado de vários ângulos e com diversos passantes, pessoas e veículos. A série conclui com um guarda fardado envolvendo o corpo do bebê num jornal e levando embora.
    Ainda assim, sempre poderia ser uma monstruosidade moral de tipo individual, como infelizmente pode acontecer em qualquer cidade nossa, sem culpa específica da sociedade ou do governo.
    Porém, a série foi publicada numa Enciclopédia digital à venda na Internet como ilustração da “política do filho único” chinesa.
    Se aparecer um esclarecimento desmentindo a autenticidade da foto ou da interpretação dela, terei um alivio enorme em tirá-la.
    Um abraço, Luis

    ResponderExcluir
  3. Olá.

    Gostei muito do seu blog e quero realizar uma troca de links com ele. Meu blog é www.brofficeparaleigos.blogspot.com

    Boa semana.

    ResponderExcluir
  4. Luis, muito obrigado pelo esclarecimento!

    Mais uma vez, parabenizo teu trabalho!

    ResponderExcluir