O Test behind the Great Firewall of China, confirmou mais uma vez que nosso blog ESTÁ BLOQUEADO NA CHINA. A máquina repressiva impede o acesso em Pequim (confira); em Shangai (confira); e agora em Guangzhou (confira). Hong Kong é a exceção (confira). Enquanto Pequim não cobrar medidas coercitivas dos seus correligionários brasileiros ou da Teologia da Libertação, este blog continuará na linha católica anti-comunista, pelo bem do Brasil. MAIS

terça-feira, 25 de setembro de 2012

Prisão iniqua do bispo auxiliar de Shangai afervora católicos no mundo

Mons. Daqin "desaparecido" pela polícia socialista
Mons. Daqin "desaparecido" pela polícia socialista

Continuam na Ásia e no mundo as iniciativas para obter a libertação de Mons. Taddeo Ma Daqin, bispo auxiliar de Xangai, que no dia de sua sagração teve a coragem de romper com a Associação Patriótica, órgão da repressão socialista.

O bispo foi imediatamente preso pela policia e está “desaparecido”.

A agência AsiaNews informou que o Cardeal Joseph Zen, bispo emérito de Hong-Kong, presidiu na igreja de Santa Margarida desta cidade, a uma celebração nas intenções do bispo sequestrado, com a presença de mais de 800 católicos.

O Cardeal acusou os representantes do governo comunista de interferência na vida da Igreja. De fato, a prepotência e a violência têm sido a única atitude estável do regime face aos católicos fieis à Roma e que recusam pactos com o socialismo.


Mas o corajoso Cardeal foi além: ele apontou personalidades da própria Igreja que “se tornaram escravos do mal” devido à troca de benefícios e premiações materiais oferecidas pelo comunismo.

A política de distensão da Santa Sé em relação aos déspotas marxistas de Pequim tem contribuído para arrefecer a resistência dos católicos diante das incitações do mal.

Igreja do Sagrado Coração, Harbin
Igreja do Sagrado Coração, Harbin
O cardeal também rezou pela liberdade dos outros bispos e sacerdotes que hoje gemem em cárceres socialistas por vezes desconhecidas, enquanto a Ostpolitik vaticana troca presentes e benefícios com os carcereiros.

Antes da Missa, por volta de 200 católicos rezaram o terço diante da sede dos representantes de Pequim em Hong-Kong, pedindo a libertação de Mons. Daqin, de Mons. Cosme Shi Enxiang, bispo de Yixian, e do Pe. Lu Genjun, vigário geral de Baoding, além de outros.

Mereceram uma especial menção os dois sacerdotes de Harbin que foram obrigados a se afastar de suas paróquias por se recusarem a participar de uma sagração episcopal ilícita naquela cidade.

O jornal filipino “Philippine Daily Inquirer” comparou a resistência de D. Thaddeus Ma Daqin à de Tomás More, o Lorde Chanceler da Inglaterra que resistiu até ao martírio às injunções iníquas do rei Henrique VIII, fundador da falsa igreja anglicana.

Decapitado em 1535 pela sua fidelidade à Igreja, da qual se tornou uma das luminárias no Céu, São Tomás More hoje está também nos altares.



Nenhum comentário:

Postar um comentário