O Test behind the Great Firewall of China, confirmou mais uma vez que nosso blog ESTÁ BLOQUEADO NA CHINA. A máquina repressiva impede o acesso em Pequim (confira); em Shangai (confira); e agora em Guangzhou (confira). Hong Kong é a exceção (confira). Enquanto Pequim não cobrar medidas coercitivas dos seus correligionários brasileiros ou da Teologia da Libertação, este blog continuará na linha católica anti-comunista, pelo bem do Brasil. MAIS

terça-feira, 28 de abril de 2015

Corrupção generalizada, instrumento da opressão maoista

O miliardário Liu Han associado aos círculos do poder foi a vítima escolhida para distrair as atenções.
O miliardário Liu Han associado aos círculos do poder
foi a vítima escolhida para distrair as atenções.


No mês de fevereiro de 2015 o governo socialista de Pequim ordenou a execução de cinco empresários que haviam formado grandes fortunas, informou o site FranceTVinfo.

Entre eles, o miliardário da indústria mineira Liu Han, seu irmão e três sócios.

É impossível formar uma grande fortuna sob um regime socialista nivelador sem ter importantes cumplicidades com o seu sistema hegemônico.

As desigualdades econômicas são incompatíveis com o socialismo e essa foi a causa invocada pelos ideólogos marxistas para produzir a maior chacina da História.

terça-feira, 21 de abril de 2015

Diálogo? Pequim quer “rendição incondicional” da Santa Sé, diz cardeal resistente

Cardeal Joseph Zen Ze-kiun: “acordo a qualquer preço, caminha para uma rendição incondicional, como quer Pequim”
Cardeal Joseph Zen Ze-kiun: “acordo a qualquer preço,
caminha para uma rendição incondicional, como quer Pequim”



O cardeal Joseph Zen Ze-kiun, arcebispo emérito de Hong-Kong, vem se destacando como porta-voz da fidelidade do catolicismo chinês a Roma. Apesar da idade, sua atividade apostólica continua incansável.

Em entrevista ao jornal milanês Il Corriere della Sera, ele “pôs os pingos nos is” a respeito de conversas pessoais de alto nível entre a Santa Sé e a ditadura de Pequim.

As conversações estariam sendo conduzidas pelo Secretário de Estado da Santa Sé, Mons. Pietro Parolin, e se apoiariam num clima telefônico amistoso estabelecido entre o Papa Francisco e o líder da ditadura maoísta, presidente Xi Jingping.

Corriere della Sera: O que não entendem em Roma?

Cardeal Zen: “Na Cúria, os italianos não conhecem a ditadura chinesa, porque jamais experimentaram o regime comunista. Eu sempre confiei em Parolin, até ficar sabendo que ele era a favor de um acordo que, no estado atual das coisas, seria apenas uma rendição incondicional”.

terça-feira, 14 de abril de 2015

Congresso de “católicos comunistas”
intensifica perseguicao à Igreja na China

Wang Zuoan anunciou maior perseguição religiosa aos católicos fieis neste ano
Wang Zuoan anunciou maior perseguição aos católicos neste ano



A China continuará nomeando e sagrando bispos à revelia da Santa Sé, segundo o plano para 2015 da Administração do Estado para Assuntos Religiosos (SARA, em inglês), noticiou a agência “UCANews”.

A escolha e sagração dos bispos católicos é da alçada exclusiva da Santa Sé.

A sagração ilegal envolve excomunhão imediata de todos aqueles que participam dela, inclusive bispos canonicamente regularizados.

A decisão ilegal e despótica foi publicada no site do SARA como resultado do Congresso Nacional de Agentes de Pastoral realizado em Pequim no final de dezembro 2014.

Nela, o diretor do SARA, Wang Zuoan, anunciou que “2015 será um ano muito importante para o trabalho religioso”.

Wang explicou que esse “trabalho”, que melhor se chamaria de “perseguição religiosa”, “deve ser feito de acordo com os regulamentos religiosos do governo, para promover a vigência da lei e levar em conta a opinião dos fiéis na hora de programar políticas religiosas e diretivas do governo central”.

Em poucas palavras, a religião fica submissa a leis e portarias do socialismo.

terça-feira, 7 de abril de 2015

Vida em Pequim é inviável devido à poluição,
diz Academia de Ciências chinesa

Pequim num dia poluído (15-01-2015) e num dia ensolarado (19-12-2014).
PASSE O MOUSE PARA CONFERIR
Luis Dufaur
Escritor, jornalista,
conferencista de
política internacional,
sócio do IPCO,
webmaster de
diversos blogs






Quase 90% das cidades chinesas têm a atmosfera contaminada, algumas pesadamente, com perigo para a saúde de seus habitantes.

A percentagem é impressionante: das 74 aglomerações monitoradas pelo ministério de Meio Ambiente, apenas 8, ou quase 10%, estiveram abaixo da fronteira do perigo em 2014, noticiou o jornal parisiense “Le Figaro”.

A maior preocupação é com o PM2,5, critério que mede as partículas mais finas no ar, o monóxido de carbono e o ozono.

Trata-se de partículas especialmente pequenas e assassinas que danificam os sistemas respiratório e cardiovascular, a partir dos quais penetram até no cérebro, ameaçando as crianças em gestação, etc.