O Test behind the Great Firewall of China, confirmou mais uma vez que nosso blog ESTÁ BLOQUEADO NA CHINA. A máquina repressiva impede o acesso em Pequim (confira); em Shangai (confira); e agora em Guangzhou (confira). Hong Kong é a exceção (confira). Enquanto Pequim não cobrar medidas coercitivas dos seus correligionários brasileiros ou da Teologia da Libertação, este blog continuará na linha católica anti-comunista, pelo bem do Brasil. MAIS

terça-feira, 10 de maio de 2016

Tráfico de vacinas vencidas e perigosas apavora população chinesa

O caso vinha de longe, mas os protestos foram tantos que o governo fingiu reprimir
O caso vinha de longe, mas os protestos foram tantos que o governo fingiu reprimir
Luis Dufaur
Escritor, jornalista,
conferencista de
política internacional,
sócio do IPCO,
webmaster de
diversos blogs



Milhões de chineses descobriram estarrecidos que estavam sendo vacinados com substâncias ineficazes e até perigosas, noticiou o jornal de Paris “Le Monde”. 

As autoridades chinesas anunciaram a prisão de uma farmacêutica e de sua filha que vendiam há cinco anos vacinas vencidas ou mal conservadas, avaliadas em 307 milhões de reais.

Tratava-se de 25 vacinas diversas, inclusive contra o pólio, a raiva, a hepatite B e até contra a gripe, segundo a revisa chinesa “Caijing”.

Só que a detenção acontecera há mais de um ano e, sem embargo, o tráfico continuou, até tornar-se público e notório. O governo socialista diz que agora deteve 130 membros da inescrupulosa rede.



O esquema do escândalo é bem conhecido pela população, que já o vem experimentando em diversas formas há muitos anos. Membros do Partido Comunista ou dos governos central ou regionais dirigem redes de venda de materiais estragados – remédios, alimentos, etc. –, e quando a situação fica indissimulável, prendem alguns “laranjas”.

Na Internet chinesa correram notícias denunciadoras logo antes de serem deletadas pela censura oficial: uma criança de 6 anos morreu em Guangdong (sudeste do país) em consequências da vacinação.

As vacinas vencidas relembraram outros escândalos sanitários, infelizmente muito numerosos na China: carne podre, óleo estragado reciclado, falsos medicamentos, e o mais famoso de todos: o leite em pó encontrado com veneno químico que intoxicou 300.000 crianças e matou pelo menos seis delas.

`Para inglês ver' agentes marxistas inspecionam vacinas em Guangxi Zhuang
`Para inglês ver' agentes marxistas inspecionam vacinas em Guangxi Zhuang
O segundo responsável pela Administração dos Produtos Alimentares e Medicinais, citado pela CCTV, a televisão do Estado, reconheceu que “um grande número de vacinas foi distribuído por redes ilegais sem que as autoridades percebessem em tempo”, informou o site 20minutes.fr.

O governo prometeu um inquérito “profundo”, cujo resultado os chineses conhecem muito bem: nada será apurado e o Partido Comunista ficará intocado.


Nenhum comentário:

Postar um comentário