O Test behind the Great Firewall of China, confirmou mais uma vez que nosso blog ESTÁ BLOQUEADO NA CHINA. A máquina repressiva impede o acesso em Pequim (confira); em Shangai (confira); e agora em Guangzhou (confira). Hong Kong é a exceção (confira). Enquanto Pequim não cobrar medidas coercitivas dos seus correligionários brasileiros ou da Teologia da Libertação, este blog continuará na linha católica anti-comunista, pelo bem do Brasil. MAIS

VIDEOS

Difícil de acreditar: arrancando órgãos de seres humanos (trailer)






20 índices mostram que a poluição na China atingiu níveis 'apocalípticos'






A Igreja Católica perseguida resiste e cresce corajosamente na China










Os heróis católicos silenciados da Coréia do Norte











Crescimento do cristianismo na China desmente o regime, que reprime com violência

Ataque policial a um templo na noite de 21 de julho de 2014. Pingyang, província de Wenzhou:


























14 de junho de 1989: a feroz repressão dos anseios de liberdade na Praça da Paz Celestial, Tiananmen, Pequim, não ficou esquecida

















Por volta de 100.000 greves, protestos e motins populares por ano












Camponeses revoltados pela expropriação de suas pequenas propriedades, Quanzhou, província de Fujian






Neonato chinês jogado no vaso de medo da repressão anti-natalista



Jornalistas estrangeiros presos e surrados na rua, Pequim, junho 2013






Mais testemunhos do trabalho escravo






Perseguição religiosa e trabalho escravo












Imobiliário chinês: próxima causa de catástrofe econômica mundial?






Cidades fantamas - A farsa do crescimento chinês






Cidade fantasma construída em Angola





Parem os abortos forçados na China! Amanhã o Brasil? Não!







Governo "enterra" trem-bala acidentado com pertences de passageiros










O Cardeal Van Thuan: uma vítima do comunismo





Regime inumano multiplica suicídios





Massacre de Tiananmen. BBC News, 04/06/1989





Herói solitário detém os tanques em Tiananmen, Pequim 1989





“Hino aos caídos no massacre de Tiananmen”, Pequim 04/06/1989





Cenas da repressão socialista em Pequim (4-6-1989)









Nenhum comentário:

Postar um comentário