O Test behind the Great Firewall of China, confirmou mais uma vez que nosso blog ESTÁ BLOQUEADO NA CHINA. A máquina repressiva impede o acesso em Pequim (confira); em Shangai (confira); e agora em Guangzhou (confira). Hong Kong é a exceção (confira). Enquanto Pequim não cobrar medidas coercitivas dos seus correligionários brasileiros ou da Teologia da Libertação, este blog continuará na linha católica anti-comunista, pelo bem do Brasil. MAIS

terça-feira, 27 de março de 2018

Fugitivos da Coreia do Norte
consumidos por parasitas e doenças

Soldado foge da Coreia do Norte. Foi ferido mas levava inúmeras doenças generalizadas no país
Soldado foge da Coreia do Norte. Foi ferido mas levava inúmeras doenças generalizadas no país.
Luis Dufaur
Escritor, jornalista,
conferencista de
política internacional,
sócio do IPCO,
webmaster de
diversos blogs





Quando o Natal de 2017 se aproximava, houve duas fugas espetaculares de soldados da Coreia do Norte comunista para a Coreia do Sul livre.

Na fronteira terrestre mais fortemente vigiada um soldado desafiou a morte sob uma chuva de balas que o feriu gravemente, mas conseguiu fugir para a liberdade, informou “El Mundo” de Madri.

Seu corpo quase exangue foi recuperado sob uma espessa névoa por soldados sul-coreanos. Estes dispararam 20 rajadas de metralhadora, como advertência aos soldados comunistas que ameaçavam invadir o território para recuperar ou suprimir o fugitivo.

Desde que o ditador marxista Kim Jong-un herdou o poder em 2011, na vigiadíssima fronteira só houve cinco fugas de militares.

Em novembro, o militar Oh Chong-song [nome fictício para não comprometer sua família] protagonizou uma espetacular fuga na Zona de Segurança Conjunta (JSA) de Panmunjom, jogando seu jipe a toda velocidade contra o controle comunista.



Ele acabou gravemente ferido em várias partes do corpo, mas foi resgatado por soldados sul-coreanos e tratado no Hospital Universitário Ajou de Seul.

Os fugitivos de qualquer condição devem fazer um curso de adaptação à vida em liberdade, coisa que eles desconhecem. Recebem apoios econômicos para moradia, educação e treinamento para o trabalho.

Mesmo assim, os infelizes se mostram incapazes de integrar-se plenamente numa sociedade como a nossa, após terem passado toda a vida num imenso cárcere.

Problemas análogos sofrem os civis. Foi o caso de dois pescadores que nos mesmos dias ficaram à deriva numa miserável embarcação.

No soldado Oh, que foi internado num hospital, os médicos identificaram vermes parasitas e uma infecção crônica do fígado, resultantes do saneamento precário do país comunista e do uso de excrementos humanos como adubo nas plantações, informou “O Globo”.

Miséria nos campos da Coreia do Norte provocada pela reforma agrária
Miséria nos campos da Coreia do Norte provocada pela reforma agrária
Foi removida uma grande quantidade de vermes parasitas de várias formas e tipos. Alguns mediam até 27 centímetros e uma espécie só se encontra em cachorros.

O Dr. Lee Cook-Jong acrescentou que o soldado também tinha hepatite B, fator de risco para câncer de fígado.

“Nos meus 20 anos como cirurgião, eu só vi um caso assim num livro de texto médico”, disse o médico a jornalistas.

David Heymann, professor de epidemiologia de doenças infecciosas na London School of Hygiene and Tropical Medicine, explicou que a transmissão da hepatite B geralmente indica falta de esterilização nos hospitais, onde se utilizam agulhas ou seringas usadas.

Em entrevista à CNN, o especialista em parasitas Choi Min-ho, professor da Faculdade de Medicina da Universidade Nacional de Seul, afirmou que o uso de fertilizantes humanos nas plantações e as condições sanitárias precárias impulsionam a transmissão de cistos parasitas na Coreia do Norte.

Para ele, é possível que pelo menos 50% da população tenha parasitas.

“É um círculo vicioso difícil de ser detido na Coreia do Norte. Eles [o regime socialista] estão tão desesperados para atingirem seus objetivos que não podem tomam medidas preventivas adequadas”, frisou.

As condições miseráveis de vida são uma constante nos regimes socialistas. O caso mais recente e patente é o do colapsado sistema de saúde venezuelano, outrora rico e bem financiado e hoje um lamaçal de sangue e detritos humanos. Também contribui para a degringolada da saúde pública a multidão de venezuelanos que comem o que encontram nas lixeiras públicas.

Se Lula e o PT, que ajudaram a consolidar o regime venezuelano, tivessem realizado sua meta, o Brasil estaria passando por sofrimentos do gênero.


3 comentários:

  1. jamais havia lido tanta asneira sem fontes, em um site de internet...

    ResponderExcluir
  2. As fontes estão na própria matéria:

    http://www.elmundo.es/internacional/2017/12/21/5a3b101922601ddc3d8b4577.html

    https://oglobo.globo.com/mundo/parasitas-em-desertor-revelam-condicoes-de-saude-na-coreia-do-norte-22103054

    blz?

    Presta atenção da próxima vez.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Estes comunistas tem um parasita resistente no cérebro... Chama se "Me domine ditador", pior que é altamente contagioso, querem a mesma doença pra todos

      Excluir